Como escrever um livro?

0 comm.
Avaliação:
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
571 views

Não tenha pressa, Como é a vida de um escritor, Acredite em você

“Eu escrevi um livro”. Esta é uma frase que todos gostariam de poder dizer e com orgulho, pois a tarefa de escrever um bom livro não é nada fácil. Com tantas ideias e facilidades, parece até que escrever virou algo banal e corriqueiro. Mas quem pensa que para escrever não exige dedicação e perseverança está completamente enganado. Escrever é uma arte, e como toda arte, não deveria ser algo que acontece da noite para o dia. Neste post de como escrever um livro irei compartilhar com vocês – queridos leitores que tiraram algum tempo de suas vidas para ler isto – algumas ideias que se colocadas em prática darão ótimas linhas e histórias.

Como começar

Bom, você já sabe que exige esforço e dedicação e enfim… Você realmente quer escrever algo que vale a pena as pessoas lerem. E agora? Por onde começar?

A minha dica é: COMECE. Sim, não espere que as ideias cheguem até você. Vá até elas. Pegue papel e caneta ou aquela máquina de escrever da sua vó ou o seu computador mesmo e comece. De início as suas primeiras linhas vão parecer mais com algo infantil e bobo que você nunca deixará ninguém ler. Mas não apague, por favor. Belos quadros não começaram perfeitos. No início são apenas pontos e linhas, mas logo se transformam em uma bela imagem cheia de significados. Com o seu livro também não seria diferente. No início tudo é apenas um grande rascunho, mas que logo se transformará em algo fantástico. Aqueles rabiscos iniciais são a identidade do seu livro.

Mas não esqueça: Se estiver escrevendo em um computador, por favor, salve o seu trabalho a cada linha. Sabemos que o Word entre outros programas fazem um trabalho maravilhoso de salvar automaticamente, mas como tudo, eles são imperfeitos e travam, fazendo você perder todo o seu trabalho.

Bom, isto já aconteceu comigo várias vezes, inclusive enquanto eu estava escrevendo este texto (a primeira versão estava mais legal). Fiquei quase louca, mas você não precisa ficar. Basta sempre salvar o seu trabalho! Mas caso aconteça este erro absurdo de você esquecer-se de salvar por que teve que levantar atender ao telefone, a porta ou pegar uma xícara de café, então encare este “apagão” como uma nova oportunidade de dar cara nova para o seu texto e faze-lo numa versão melhor. Uma dica de mestre do “apagão” é não se apegar ao passado, e caminhar rumo ao futuro. Existem muitos caminhos. Não se lamente muito pelo que foi perdido e busque novas rotas.

Influências

Com tantas coisas parecidas, é quase impossível fazer algo perfeitamente inédito. Somos influenciados o tempo todo e isto reflete diretamente no que iremos escrever. É muito difícil escrever sobre algo que você não tenha conhecimento, a menos que pesquise. Mas o que pode ser feito é reciclar ideias e transformá-las em novas visões de mundo, já que ninguém é igual a ninguém e cada um possui um DNA. Enfim, não tenha medo de fazer algo só porque se parece com algo que já existe. Procure, pesquise, busque inspiração em alguma coisa que o habilite a escrever. Assista a filmes e roteiros parecidos com os “feelings” da sua história. Assista a entrevistas com autores e suas visões de mundo.

Pesquise

Pesquisas são sempre bem vindas! Pesquise lugares, comidas, costumes, formas de ver o mundo, enfim… Tudo o que é relacionado ao que você está escrevendo. Assista documentários e leia posts de autores sobre como escrever um livro. Mas não fique muito ligado a técnicas. Elas ajudam sim, mas o conteúdo é mais importante que a formatação e pontuação. Para isto existem profissionais especializados e que desempenham um trabalho muito bem feito. Se preocupe mais no que você passará para os seus leitores.

Escreva com o coração

Se você não consegue escrever com sentimentos, não adianta nem começar. Coisas que são feitas com objetivos superficiais nunca duram muito tempo. É claro que pode estar envolvida realização pessoal ao ato de você querer escrever um livro. Mas se você realmente quer ser um ótimo escritor, escreva para pessoas.

Não tenha pressa

Boas histórias não nascem da noite para o dia. Não apresse seu livro. Isto é a pior coisa que você faria. O resultado seria uma história sem nexo ou “feeling”. Já leu algo ou viu algum filme no qual você disse: “o diretor/autor se perdeu.”? Então, você não quer que isto aconteça com você. A receita é não ter pressa. Até porque, como autor, você amadurecerá com a sua história e ela, querendo ou não, te ensinará algumas coisas. Tudo é um aprendizado. Histórias sem sentido ou objetivos são apenas palavras vazias sem conteúdo. Se o seu livro possui personagens, eles também precisarão de tempo para amadurecer.

Como é a vida de um escritor

A vida de escritor é um pouco solitária sim, já que quando você escreve você apenas conversa consigo mesmo. Você precisa de silêncio ou aquela trilha sonora para escrever, então conversar com outros talvez seja impossível. Por isso nunca troque aquela refeição com a sua família ou jogar conversa fora com os amigos para ficar escrevendo. Precisamos nos relacionar com pessoas reais. É delas que traremos algumas coisas para dentro de nossas histórias.

Acredite em você

Sim, algumas pessoas dirão que não tem nada a ver escrever um livro ou que não tem sentido fazer isso se ele não for um best-seller. Mas não acredite nisso. Acredite em você! Só você pode dizer se a sua história fará sucesso ou não. Não se contente com pessoas que dizem: Ah, isso ou aquilo é difícil, nem perca o seu tempo. Você consegue se quiser. Consegue escrever sobre qualquer coisa se você se dedicar. Mas nunca perca a sua personalidade. As histórias são sempre as mesmas desde sempre, mas o que muda é a forma que os diretores e escritores apresentam as ideias para o mundo. Sua história pode ser completamente NOVA e inédita!

E aí, gostou do que leu? Espero que você tenha gostado deste primeiro texto sobre como escrever um livro. Aguarde até a segunda parte do post sobre como escrever um livro, onde darei dicas sobre como fazer a estrutura, construção de personagens, lugares, enfim… Mas de uma forma bem simples sem muita técnica.

Por favor, avalia este artigo:
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Discussions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

O mais visitado e popular: