Mercado freelancer

0 comm.
Avaliação:
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
391 views

 

Em terra de crise, qualquer oportunidade vira dinheiro!

Como os brasileiros vêm driblando a atual situação do país

 freelancer, dinheiro, oportunidade, negócios, finanças

 

Alta do dólar, preços, inflação. Com certeza uma destas palavras, pelo menos, fez, ou vem fazendo, parte do seu vocabulário atual.

A realidade é uma só – a grana tá curta e o mercado faz cortes em todos os setores. No mês de novembro de 2015, o desemprego chegou a 8,9%, totalizando 9 milhões de brasileiros sem trabalho, de acordo com dados divulgados pelo IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Com tanta gente no olho da rua, o jeito é começar a se virar como pode. Por isso, o mercado freelancer (profissional sem carteira assinada) vem sendo uma ótima saída. Ele pode ser um complemento de renda, caso você já tenha um piso fixo, ou a renda do mês, caso você se mantenha ativo. É o que chamamos de transição da economia industrial para a economia do conhecimento.

A Prolancer, que funciona como uma espécie de agência de trabalhos freelancer online, indica que no ano de 2015 houve aumento de 30% desta atividade.

Prós

É possível trabalhar no conforto de casa e, se o tempo ficar curto, a flexibilidade de horário é bem grande. Dá para escrever de manhã, à tarde, à noite ou durante a madrugada.  A negociação, normalmente, ocorre de forma direta entre quem procura e quem oferece. Dessa forma, você pode dar o seu preço (lembrando que o bom senso é sempre benvindo) e indicar/procurar as melhores datas para receber seu pagamento: por unidade, caso não seja um freela de médio/longo prazo; por semana ou mês. Em casos de contratos mais duradouros, há quem dê a opção de pagar quando for solicitado. Exemplo: escrevi 10 textos, ainda preciso escrever mais 15, mas preciso do dinheiro agora. Você também não precisa ficar preso àquela única atividade – é possível fazer mais de um freela ao mesmo tempo – e a melhor parte, a experiência! Afinal, você acaba sendo seu próprio chefe e aprimorando o seu espírito empreendedor.

Contras e dicas

Ser freelancer pode ser um tiro no pé caso você leve tudo na brincadeira. Apesar da liberdade, é preciso – e necessário – ter muita disciplina. Entre no clima do trabalho e evite fazer seu serviço de pijama.  Ou na cama. Também é importante moderar a flexibilidade. Por isso, não perca prazos e cumpra sempre as datas prometidas ou estabelecidas pelo contratante. Saiba negociar. Não queira abraçar o mundo. É ótimo ter uma graninha a mais no final do mês, mas não é possível fazer todos os freelas do universo ao mesmo tempo. Assim, você garante qualidade no que oferece e consegue um tempo para respirar.

Então, se você está precisando de dinheiro e é bom no que faz, por que não tentar? No facebook, por exemplo, já existem grupos para quem oferece/procura um trabalho extra. Outros sites também oferecem plataforma de cadastro para clientes e freelancer.

Por favor, avalia este artigo:
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Discussions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

O mais visitado e popular: