Sobre Envelhecer 

0 comm.
Avaliação:
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
578 views

 

Não sei você, mas particularmente não tenho qualquer problema com a ideia de envelhecer fisicamente.

Para dizer a verdade, tal ideia é muito bem aceita por mim, ainda que eu sinta, não diria medo, não exatamente, mas descontentamento e decepção com o fato de que um dia morrerei e não mais terei novas histórias para viver ou para contar. Pois me pergunto por antecipação (sendo esta uma preocupação de alguém que ainda respira) se serei lembrado depois. O que terei deixado para trás? É uma questão que me assombra muito mais.

Envelhecer faz parte da experiência de viver, mas você já sabe disso.

 “Quando Eu Crescer…” e a Glamourização do “Morrer Jovem”

“Eu queria ser grande depressa para poder fazer o que quiser!” Quem nunca disse isso?

Ser adulto, aos olhos de um juvenil, significa ter liberdade em mandar e desmandar, e ter o poder de escolher seus próprios rumos sem ter de ouvir palpites e sofrer com as possíveis interferências de alguém consideravelmente mais experiente, além de sempre ter razão, mesmo quando eventualmente não tem.

Nos dias que se seguem, esses mesmos juvenis vivem confusos: querem se comportar como mulheres e homens feitos, mas ao mesmo tempo vivem como se nunca fossem envelhecer.

Isso quando não há a glamourização do “morrer jovem.” Eles querem viver intensamente, como eternos inconsequentes, sem se preocuparem com o amanhã.

A ideia de envelhecer é confundida com a ideia de morrer.

(Permita-me ser um pequeno desmancha-prazeres apenas por um breve momento…) Mas quero que saiba: você está morrendo lentamente desde o dia de seu nascimento. Sim, lentamente. Existe ainda todo um tempo para morrer, então relaxe e desfrute a viagem.

Se tudo der certo, você ainda terá muito tempo para errar e aprender com seus erros; isto é, se ainda tiver uma segunda chance para fazer o que é dito como o certo.

Não precisa encurtar a experiência com a ilusão de que a colisão entre carros e ossos é o caminho para a vida eterna ou para a fonte da eterna juventude.

Mesmo com todos os avisos dados, o mundo chora por esses juvenis. Eles ainda são lamentados por sua partida prematura, o que é natural e esperado.

Viver intensamente nada tem que ver com experimentar emoções vazias com o poder de encerrar ou mudar tudo, para o mal, numa fração de segundo.

Viver é sobre se permitir viver, mesmo que a vida esteja sendo acompanhada pelo freio da sensatez.

 Sinais Visíveis

Com a ajuda de mil cremes e pomadas, e depois de algumas cirurgias plásticas ou de hábitos saudáveis praticados constantemente, você pode até disfarçar muito bem os sinais visíveis de velhice. Alimentos saudáveis e exercícios físicos controlados fortalecem o corpo e diminuem as chances de adquirirmos doenças oriundas do sedentarismo.

Mas ainda estamos envelhecendo.

Sim, não ficaremos mais jovens do que estamos.

Por favor, entenda. É bom cuidar do corpo (e não devemos nos esquecer da mente), e se você se sente bem com o uso da maquiagem, de cremes e ao tingir o cabelo para mascarar os sinais de velhice ou ressaltar o jovem que ainda há em você, tudo bem, vá em frente e seja feliz!

Mas seria muito mais benéfico manter o espírito jovem intacto.

De nada adianta tentar disfarçar o estado em que se encontra sua aparência exterior se você permite que seu espírito apodreça e morra aos poucos; somente o seu corpo deve (e certamente irá) envelhecer, mas seu espírito não precisa seguir o mesmo rumo.

Ressalte o jovem que algum dia deve ter existido em você sem que haja a necessidade de ser tomado pelo desespero, negando o inevitável com um disfarce.

Cuide-se, mas não faça disso mais uma de suas muitas obsessões.

 Agradecimentos

Atualmente sou apenas um homem que recentemente completou 1/3 de vida (ou 1/4, assim espero), e não tenho do que reclamar a respeito do envelhecimento físico, apesar de algum desgaste mental devido a noites insones repletas de pensamentos e de algumas poucas dores físicas, mas sou grato pela possibilidade de ainda envelhecer.

Quando jovens perdem a vida por nada, envelhecer se torna um presente.

Não tenho um único fio de cabelo branco, mas estou preparado para sua futura aparição. Quero aprender a envelhecer fisicamente e aceitar tal fato mais naturalmente a cada dia que passa.

Mas o meu espírito, este eu pretendo manter jovem e lúcido até o fim de meus dias.

Então sou grato por mais uma vez ter tido a oportunidade de acordar para desfrutar essa juventude que existe em mim, ainda que meu corpo envelheça.

Por favor, avalia este artigo:
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Discussions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

O mais visitado e popular: